Genocídio em Gaza – A Terra

Com um orçamento de bilhões de dólares anuais fornecidos à fundo perdido pelos Estados Unidos, Israel se torna uma sociedade pungente, forte e dinâmica. Seu exército serve de laboratório e sua inteligência militar desenvolve capacidades super evoluídas. A Mossad, o seu serviço secreto está entre os mais destacados, junto com a CIA, KGB e o MI-6. Todos os fãs de filmes de espionagem sabem disso.

A independência da Palestina só veio em 1988 quando a OLP – Organização para Libertação da Palestina a declarou e pediu que a ONU reconhecesse o Estado Palestino como um País Independente. Mas nada é tão fácil quando sua terra é uma colônia, cujo colonizador deu permissão para outros a tomarem e quando a maior super potência do planeta banca essa invasão.

Para ter uma ideia, na última votação sobre o reconhecimento do Estado Palestino na ONU, 194 países votaram que SIM, e apenas 3 contra: Israel, Paraguai e os Estados Unidos. Este último usando seu poder de veto, impediu que o Estado da Palestina fosse formalmente reconhecido.

Entre 1948 e 1988, foram 40 anos de atrocidades, assassinatos, prisões ilegais e especialmente o que eles chamam de “assentamentos”. Vamos esclarecer isso de uma vez: assentamento é o nome que a mídia que serve ao império usa para suavizar a verdade: invasão, morte e tomada ilegal de terras dos outros. Sempre que você ver ou ouvir sobre novos assentamentos judeus, lembre-se que as pessoas que moravam nessas terras foram simplesmente expulsas à força.

Já imaginou se uma força militar chegasse na sua cidade e apenas te expulsasse na ponta de um fuzil para outro lugar? Quem poderá te defender? Por que isso é aceitável quando são Judeus fazendo com Palestinos?

A imagem acima mostra claramente como as forças de ocupação de Israel e seus Judeus foram tomando terreno e expulsando os locais. Ano após ano, na base da violência, tomaram quase que 70% do território.

Mas, covardes como todos os imperialistas, eles não se meteram na Faixa de Gaza. Esse pedacinho era controlado originalmente pelo Egito. Ali se refugiaram milhões de palestinos que foram expulsos de suas terras. É uma das áreas mais densamente povoadas do planeta: milhões espremidos numa área minúscula.

Apesar disso Israel tentou ocupar Gaza diversas vezes e falhou. Da luta do povo palestino em Gaza nasce o Hamas – Movimento de Resistência Islâmica. Uma força militar que decidiu reagir às agressões dos Judeus de forma mais militarmente organizada.

Então vamos recapitular: a força invasora e genocida é Israel e seus judeus. Os palestinos estão resistindo da melhor forma que podem.

Em 2005 Israel desiste definitivamente de tentar tomar Gaza e então transforma a região no maior campo de concentração da história da humanidade: a área é murada, o espaço aéreo e marítimo é fechado, a água é racionada e todos os habitantes que precisem entrar e sair são forçados a fazê-lo através de “postos de controle”.

Se você quiser ter uma visão bem realista desses fatos assista ao início do filme de super-heróis Adão Negro. A semelhança é brutal. Só que na verdade é muito pior.

Vídeo da entrevista: https://www.youtube.com/watch?v=wO8GNGs-ayI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Drag To Verify